28 de set de 2010

Cat Lovers Day, dia dos amantes de gatos :)








Esse dia foi uma iniciativa super bacana da @luipinheiro ( Louca dos Gatos ) e suas amigas Tata e Checha. Simplesmente é o dia para deixarmos todos saber do nosso amor pelos felinos de nossas vidas :)

Já estava na hora dos gatos terem um dia de declarações de amor :)
E amor aos felinos é minha motivação para o blog e nada mais justo do que fazer uma pequena homenagem neste dia especial :)

Eu poderia falar sobre o amor dos felinos e das maravilhas deste relacionamento.
O quanto eles nos fazem felizes, o quanto são lindos e amorosos e as brincadeiras que nos fazem rir nos momentos dificeis de nossas vidas.

Mas, eu não irei falar sobre isso.
Irei, na verdade, questionar, onde está o amor.

Seria muito facil descorrer todas as palavras em meu coração para o Arthur, afinal, quem não conseguiria amar um rapaz desses? ( mãe babona *ON* )



Mas o que acontece antes que os gatos fiquem lindos e adotáveis?

O que acontece quando eles acabam de sair das ruas, sem alegria para nos mostrar ou energia para brincadeiras? Quando o pêlo está feio e com falhas, os olhos opacos e sem vida?

Onde está o amor quando nos deparamos com gatinhos abandonados, multilados e doentes?


E desse amor que quero falar: o amor que vê além.

O amor que consegue ignorar todos os medos de arranhões e mordidas ao se arriscar para pegar um gato atropelado, mal-tratado e com dor no meio de uma avenida ou dentro de um córrego.

O amor que abre seu lar , sua vida e coração para um gatinho que não é seu, que precisa de cuidados especiais, de dinheiro e, mais do que tudo, do carinho que não experimentou até aquele momento. 

Um amor que assume um compromisso onde o que irá ser gasto não consegue ser calculado diante da esperança de uma vida digna para um bichinho que não teve culpa de vir a este nosso mundo.




O amor que quer acreditar, que tenta e luta e mesmo quando chega a hora de assumir que o pequeno corpo está cansado, faz de tudo para oferecer carinho e calor nas horas finais.



O amor de verdade não traça barreiras, não escolhe quem deve ser ajudado ou classifica nos padrões de beleza de tantos outros que, infelizmente, ainda não aprenderam a ver com o coração.

Para quem sabe amar de verdade, todos são lindos, especiais e merecem o melhor que podemos oferecer.

Uma amiga que recentemente perdeu seu gato ( ele não tinha acesso às ruas, , uma pessoa jogou veneno por cima dos muros altos ) disse que antes de me conhecer não conseguia acreditar que todos os gatos lindos que mostrava a ela um dia já foram transparentes para inúmeras pessoas que ignoraram suas doenças, dores e tristezas.

Algúem pode falar: Otávia, você passou o texto inteiro citando o Pequeno Principe ( que é um de meus livros favoritos )
Mas... será que existe outra premissa mais verdadeira? Há melhor olhar ou voz que o coração?

Enquanto criava o vídeo do Isaac ( gatinho que resgatei que teve a mandíbula quebrada, as patas queimadas e foi pintado de graxa ), uma frase me veio a mente e tornou-se frequente e em todos os meus vídeos contanto histórias de meus amores: Nossas mãos podem mudar realidades.

Infelizmente me esqueci disso durante os 6 meses de luto pelo Rafael e acreditei que não poderia mais ajudar. 

Nesses últimos meses fiquei atrás das cortinas, ajudando resgates e ações dos outros voluntários, ajudando bichos de donos carentes, tudo por medo de que minhas mãos, mesmo cheias de amor, pudessem trazer má sorte a mais alguma vida.

Assim que assumi e fiquei em paz com a morte do Rafael, resgatei um gatinho, depois de todo esse tempo. Ulisses, com as orelhas deformadas de sarna, esquelético e feio estava chorando de fome no pátio de minha faculdade quando foi chutado. E eu me senti com 10 metros de altura, ao gritar para o homem que aquilo era um crime e ele poderia ser preso.

Peguei Ulisses e todas as suas fragilidades em meus braços e o levei para uma clinica, onde ele agora está alimentado, dormindo em segurança e sendo tratado. Levará longas semanas até que ele fique apresentável, mas aquele filhote, ja tão lindo aos meus olhos, que já me reconhece quando vou visitá-lo e esfrega as orelhas feridas em mim, é o meu mais novo amor.

Há um livro chamado O Mundo de Wally, que dei de presente para Dra.Alberluce. Na verdade, conta a historia de uma familia e seu cão, mas aquelas palavras ficaram em minha mente: "Leva cerca de 63 dias para que uma ninhada de cãezinhos se desenvolva, mas, 63 anos depois, as pessoas que amaram esses filhotes ainda se lembram dos cães que eles se tornaram."

Isso é amor. Independente de serem cães, independente de serem gatos, ou pessoas. O amor fica, não importa o tempo ou as circunstâncias que nos fazem amar.

Os gatos de minha vida permanecerão em meu coração.
Cada um deles, em suas diversas cores e personalidades, formando um mosaico de memórias.

Espero que, não importa o que aconteça, esse amor em mim continue a existir e que minhas mãos possam mudar mais realidades e com a ajuda de outras pessoas, que vêem com o coração, que a vida possa ser melhor e mais fácil para todos os gatos do mundo.

Nesse dia dos amantes de gatos, desejo que todos os nossos atos e olhares sejam repletos de amor :)

P.s: Um beijo e muita força para o pequeno e amado Philip ( primeira foto ) e para a Patricia da Cats of Necropolis que está cuidando dele :)

Também presto minhas homenagens ao Robert ( segunda foto ) e a toda a corajosa Confraria de Miados e Latidos que deram a este anjo uma viagem tranquila.

Para a doce Tamara do Café com Gato e seus 32 filhos felinos, 3 lindas cadelas e um sapo, um feliz dia dos amantes de gatos, com gostinho de cappuccino e gotas de chocolate :D

E, é claro... muito muito amor para meu pequeno ajudante sempre juntinho e constante inspiração, que preenche meu coração todos os dias :)



5 comentários:

  1. Acompanho e ajudo como posso esse doces felinos. São muitos os abandonados e os maltratados.
    Precisamos sempre lembrar as pessoas do que realmente é "ser humano"

    Fiquei muito emocionada com as suas palavras
    Tenha um maravilhoso #catloversday

    ResponderExcluir
  2. Otavia, muito obrigada pela lembrança. Esses pequenos levam tão pouco tempo para serem gerados, e em tão pouco tempo tornam-se adultos sábios enquando ainda somos idiotas que acham que sabem de tudo... Por tão pouco tempo alegram a nossa vida mas uma vez que entram nela, nunca mais saem. São inesquecíveis.

    ResponderExcluir
  3. Miaumiau ,eu sou a Kika uma gatinha muito feliz e gosto muito de ter amigos ,fui uma das que teve muita sorte ...fui adotada por uma mami muito carinhosa e por isso não me esqueço dos meus amiguinhos que não tiveram a minha sorte
    Estou a fazer no meu blog a campanha do conchego Queres ajudar-me a divulgar?
    Vai lá ao blog e divulga
    Queres ser minha amiga de OURO?
    Fico esperando a tua visita
    Ronronzinhos da
    Kika

    ResponderExcluir
  4. Eles sao mais que especiais.. e tem os super lovers tb, que sao os que vc citou aki.
    Achei esse movimento bem bacana e esse dia tem que ser comemorado sempre!!

    Beijinhos.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.