9 de set de 2010

Dia do Veterinário :)


A Dra.Alberluce de Castro é a veterinária do Arthur.

É uma pessoa humilde, alegre, com um grande coração e compaixão em relação aos animais e muito competente.

Desde que comecei a cuidar dele, quando ele ainda era um filhote assustado que morava na lixeira, prometi que ele teria tudo de bom e do melhor e ela foi minha primeira escolha.

Eu sabia que, ao contrário de outros veterinários que conheço, ela não iria olhar torto para um animal de rua ou tentaria me enrolar e empurrar várias vacinas e tratamentos que não seriam necessários.

Para vocês terem uma noção dos tipos da minha cidade, há uma veterinária que todos os meses aplicava uma vacina diferente na cadela de minha amiga e aplica vacinas de cães em gatos.

Há tambem um veterinário que diz ter um serviço 24hrs mas que já deixou uma gatinha morrer pois não quis atender o telefone de madrugada.

E, aquela que aplicou anticoncepcional em um gato macho, fazendo com que o animal sofresse com convulsões.

Nunca fui uma dona desavisada, sempre tento ficar atualizada com os ultimos tratamentos e melhorias para animais de estimação, afinal, como protetora, tenho que saber o que pode ser feito para cães e gatos. Compro livros, leio artigos e mantenho contato com pessoas de outros estados e sempre estou questionando.

Dra.Alberluce brinca que eu sei mais do que muitos veterinários da cidade, especialmente em relação aos gatos. Posso dizer com segurança que ela é a melhor veterinária de gatos daqui, se não for a unica, pois muitos deles falam abertamente que não gostam dos felinos quando avistam gatos em seu consultório.

Ela trata a todos sem distinção de raça, espécie ou condição financeira dos donos. Nunca a vi segurando um animal sem paciência ou nojo ou se irritando com as perguntas de pais e mães genuinamente preocupados.

Dra.Alberluce é a favor da Posse Responsável e já me ajudou com vários de meus gatinhos resgatados e até hoje é veterinária de alguns deles. Ela já compartilhou minhas alegrias e tristezas. Já tirou um sabado inteiro só para castrar os gatinhos que eu havia doado no começo do ano e vacinar filhotes para adoção.

Arthur não ficou paralitico depois de ter sido atropelado ou chutado quando morava nos jardins, pois ela veio, em um domingo, as pressas, atendê-lo e enfrentar tentativas de arranhões e mordidas da dor que ele sentia, enquanto tentava me consolar. Naquele momento tudo o que eu podia pensar era que a culpa foi minha, que eu deveria doá-lo para uma casa de verdade, enquanto ficava sem ar de tanto chorar. Ela pacientemente o acompanhou durante todo o mês de recuperação e até hoje telefona apenas para saber como ele está.

Além dela, também tenho que citar Dr.João Carlos e Dra.Solange ( na foto à esquerda, fazendo limpeza de tartaro no Arthur ), excelentes profissionais, honestos e dedicados que nunca cruzaram os braços para nenhum dos gatinhos que ajudei, não importando o quão doentes ou feios estivessem.

Para mim, o mais importante é o tratamento humanizado que um veterinário dispõe a dar a um animal. Não importa se é um filhote no começo de vida, um idoso ou até mesmo aqueles, que infelizmente, devem ser postos para dormir. O toque de um veterinário deve ser sempre gentil e mesmo que tenha que dar puxões de orelha nos donos, que seja tudo em prol do animal. Não economizar em explicações e cuidados e principalmente, ter preocupação genuína naquela pequena vida que é posta em suas mãos.


Muitas pessoas me perguntam por que não fiz veterinária e eu sempre respondo que eu seria uma profissional muito infeliz. Em minha cidade não há proteção para denunciar donos por crueldades e bons veterinários as vezes devem assistir calados um animal maltratado e que o dono deixa morrer, por não querer gastar dinheiro ou pura maldade no coração. Eu não conseguiria ser educada e silenciosa diante disso e com certeza iria perder muitos clientes por tê-los denunciado :P

A partir do ano que vem Arthur só será vacinado de 2 em 2 anos para evitar os maleficios da supervacinação que vem inflingindo vários problemas nos animais. Como ele é um gato grande e bravo com estranhos o resto da manutenção dele é feita por mim. Controle de peso, vermifugo, troca de ração, etc. Mas, tudo feito com o aval dela, pois respeito muito sua opinião de amiga e profissional.

Além de veterinária, Dra.Alberluce também é mãe. Resgatou dois gatinhos pretos que possivelmente estariam abandonados e jogados na rua se não fosse por ela. Tambem possui um persa azul, que lhe foi dado de presente. Todos os três possuem o mesmo tratamento e o mesmo amor.

Eu possuo uma frase para responder quando as pessoas me perguntam sobre a Dra.Alberluce querendo uma indicação de profissional. Sempre respondo: Ela poderia ser a melhor pessoa do mundo. Ela poderia ser a melhor veterinária do mundo. Mas sem o equilibrio desses dois, ela nunca tocaria no Arthur. Acredito que a beleza e alegria dele é resultado de nosso amor e cuidados, além da responsabilidade de sua veterinária :)

Abaixo, uma pequena homenagem que emoldurei e dei para ela de presente no Dia do Veterinário :)


"Ser Veterinário não é só cuidar de animais. É, sobretudo amá-los, não ficando somente nos padrões éticos de uma Ciência Médica. Ser Veterinário é não importar se os animais pensam, mas sim se sofrem. Ser Veterinário é ser o único capaz de entender rabos abanando, arranhões carinhosos e mordidas de afeto. É dedicar parte do seu ser à arte de salvar vidas. É ter capacidade de compreender gratidões mudas, mas sem dúvida alguma, as únicas verdadeiras. Ser Veterinário é conviver lado a lado com ensinamentos profundos sobre amor e vida.

Todos nós podemos nos formar em Veterinária, mas nem todos seremos Veterinários."

Um comentário:

  1. Meus bichanos tb têm a sorte de ter uma veterinária "de verdade" cuidando deles. E para esses profissionais "de verdade" (e só para eles!) um FELIZ DIA DO VETERINÁRIO! ;)

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.