6 de jan de 2011

Exploração comercial de animais e reprodução irresponsável


Acho que já deu pra ficar bem claro que eu adoro animais. Não somente gatos, mas cães, cavalos, peixes e até mesmo lesmas que aparecem no meu jardim merecem meu carinho.

Nesses 3 anos, mais ou menos, que me dediquei ao resgate de animais, também andei me educando e lendo o máximo possível sobre os pilares que constituem a Posse Responsável e suas ramificações.

Nos meus primeiros 16 anos de vida quando eu achava fielmente que iria me tornar veterinária, aproveitei para ler e pesquisar sobre as raças de animais. Mais de 10 anos depois posso dizer que conheço o bastante de algumas raças para perceber um cão/gato dentro do padrão daqueles que vieram de uma reprodução amadora e irresponsável.

Por que irresponsável? Diante dos milhares de animais que são abandonados e morrem nas ruas a grande maioria nasceu da vontade dos donos de reproduzirem seus animais por achar "bonitinho" ou por dois tipos de ignorância: aquela causada pela falta de informação ou a pior delas, causada pelo sentimento de desapego ao animal, que reúne descompromisso com seu bem estar e avareza.

Reproduzir um animal não é brincadeira. Especialmente se você abre a boca para falar que adora o seu exemplar, que adora a raça e gasta fortunas com ele. A reprodução de animais deve ser algo pensado, planejado juntamente com os veterinários que devem pedir inúmeros exames para garantir a saúde dos pais e daquela futura prole, visando somente o bem estar da raça e seu aprimoramento e, acima de tudo, a ética de não explorar comercialmente os animais em questão.

Eu não suporto gente que tem um macho ou fêmea e decide cruzar como se fosse uma troca de roupa.

Os animais NÃO precisam cruzar, eles não possuem desejo, não sentem falta e não precisam “cruzar uma vez” antes de serem castrados. Isso tudo são mitos causados por ignorância.

Alooo! Não é pq vc ACHA que seu animal é bonito e você ACHA que tem um poodle, yorkshire, siamês ( siamês puro no Brasil, só em gatil especializado! ) ou persa ( na minha opinião só conformação, aceitação nos Kennels e pedigree asseguram raça, o poodle micro-toy, yorkshire-mini e siamês de aspecto pesado são mestiços, invenções! ) e achou alguém tão inconseqüente quanto você que aceita essa prostituição animal, que deva colocá-lo para reproduzir!

A reprodução acarreta em enorme stress mental e físico para os animais. Há cães que brigam com os parceiros em potencial, se estressam, se tornam agressivos mesmo depois da cruza, há gatos que entram em depressão ao serem expostos a novos ambientes e novos animais. Uma gravidez exige grande comprometimento por parte do dono para nutrir a mãe gestante, ajudar no parto, ajudar a cuidar dos filhotes e encontrar lares responsáveis e vitalícios para os mesmos ao estarem desmamados. E ainda estar lá, literalmente, segurando a pata da mamãe gata ou cadela que fica triste e não entende a razão de seus bebês sumirem!

Sem falar em todo o comprometimento financeiro que uma unica cruza irá acarretar, afinal, alimentação de qualidade não é barata, acompanhamento e exames veterinários não são de graça, ração, vacinas e vermifugos para os filhotes antes de irem para suas familias também geram custos assim como as horas de carinho e socialização para cada um deles se transformarem em animais equilibrados.

Claro que esses custos e condutas citados acima fazem parte do comportamento de um CRIADOR responsável e ético, mas infelizmente não é a realidade do background da maioria dos pets brasileiros que foram comprados.

Já ouviram falar de criadores de fundo de quintal? Exploradores comerciais de animais, se preferirem. São pessoas inescrupulosas, que se utilizam dos seus animais de companhia para ganhar "uns trocados", reproduzindo-os sem nenhum critério, repetidas vezes, sem oferecer atendimento veterinário ou outras condições mínimas para que um animal viva e venha ao mundo com dignidade e de quebra ainda ajudam a destruir a raça, trazendo na grande maioria das vezes cães e gatos doentes e emocionalmente instáveis ao mundo.

E por que isso acontece? Por que sempre tem alguém para comprar. Alguem que acha legal comprar um filhote "de raça" mas não quer pagar o alto e justo preço de um animal vindo de um criador honesto. E esse mesmo dono medíocre irá mais tarde economizar com tudo o possível para este filhote e mais tarde, como mostram os animais entulhados em abrigos, irão abandoná-los quando perceberem que o animal possui necessidades e as contas daquele "objeto comprado" se tornarem altas ou não tiverem tempo e paciência para lidar com animais ansiosos, agressivos e outros problemas emocionais que a maioria dos filhotes vindos destas condições possuem.

Só para constar: VOCÊ que tem um macho ou uma fêmea e aceita colocar para cruzar e que os filhotes sejam vendidos também está cometendo exploração comercial de animais!

E ainda existem aquelas pessoas, que mesmo com animais que são totalmente fora do padrão, não os esterilizam e os deixam reproduzir, ignorando os inúmeros benefícios da castração para a saúde do mesmo. O argumento sempre é "Ah, mas sempre tem quem queira um filhote" mas sempre está envolto na ignorância número 1 ou número 2, sendo a avareza o principal motivo nos casos de irresponsabilidade que eu conheço.

Infelizmente não posso obrigar ninguém a castrar seus animais e concordar com argumentos mais que provados da castração para uma melhor qualidade de vida dos mesmos, mas posso tentar fazê-los mudar de idéia.

Acredito fielmente que SOMENTE animais com PEDIGREE vindos de canis/gatis comprovadamente honestos e eticos e de criadores que sabem o que estão fazendo e com exames veterinários dando ok's de saúde mental e fisica, deveriam reproduzir.

E para quem quiser um gato ou cão, adote e salve uma vida, afinal há animais de todos os tipos, idades e RAÇAS à procura de um ser humano digno.

Eu nunca dormiria bem à noite se não tivesse certeza absoluta que os filhotes do Arthur estariam em bons lares, sejam SRD's ou "raça pura". Acima de sangue azul e linhagens, todos são seres vivos, capazes de nós amar incondicionalmente e merecedores de uma vida feliz.




Leitura recomendada para que quiser saber mais sobre castração, Posse Responsável e reprodução ÉTICA de animais:

Mãe de Cachorro Também é Mãe! - http://www.maedecachorro.com.br/

Uma Criadora que Ama seus Frenchies! - http://www.blog.villechamonix.com/

Um comentário:

  1. poxa super concordo com seu post, na minha cidade o numero de animais abandonados na rua é imeeeeensooo, e ainda tem aqueles donos que deixam "seus cães" ficarem vivendo e "zanzando"pela rua, um horror!
    minha mãe tb acha triste essa história de ficar cruzando os animais pra ganhar dinheiro, acha maldade, tanto que nossos cães "não deixaram descendentes", eh tb triste as pessoas q não veem o potencial dos animais e quão mais humanos que um ser humano eles podem ser

    {no meu blog tem um post sobre minha cachorra fofa se quiser ler :3}
    http://belasrosebud.blogspot.com/2011/01/auauzinho.html

    by bela o/

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.