2 de set de 2011

Milla foi para casa + prestação de contas

Ontem a Milla foi para casa. Depois de três longos meses ela foi adotada pela senhora que trabalha conosco a mais de 20 anos e a pouco tempo havia perdido seu cão, já idoso. Ela havia me pedido uma filhotinha - ela já possui 2 gatas, castradas, vacinadas e que somente comem ração - mas diante da impossibilidade de levá-la para o sitio no interior já castrada, acabou adiando a decisão.

Semana passada, com a devolução da Milla, ela pediu para adotá-la.

Não preciso dizer o tamanho do alivio sobre meus ombros quando ouvi essa frase. Mesmo com meu compromisso vitalicio com cada um dos resgatados, mesmo pegando-os de volta se algo der errado e acompanhá-los esporadicamente, de longe, raramente entrego algum resgatado para pessoas proximas pois sempre fica em mim o sentimento de vigilia, em uma potencia muito mais forte.

A Milla foi para um lugar enorme, com arvores, galinhas e patos para ela pastorear – estão seguros em um galinheiro – com crianças para brincar e com certeza os dias dela serão bem interessantes, sempre.

Mais importante, são pessoas que eu TENHO CERTEZA de que nunca irão desistir dela. São o tipo de pessoa que adotam animais que foram recolhidos doentes da rua, animais negligenciados e idosos, animais que ninguem mais queria e que com essa familia, acharam um lar digno. Que aprenderam, junto comigo, sobre castração e Guarda Responsável e que agem de acordo, mesmo com condições financeiras modestas em relãção a pessoas que eu conheço e que exploram economicamente seus animais, negligenciam ao menor sinal de doença ( apesar de ainda levarem toda semana ao petshop para banho e tosa ) ou deixam morrer, lentamente, nos fundos de granito da casa ou apartamento.

IMG_4601

Infelizmente a adoção da Milla dessa forma não criou nenhum outro novo link na corrente do bem que cresce toda vez que alguem adota um animal. A pessoa que opta por adotar está valorizando aquele animal, escolhendo salvar uma vida ao invés de alimentar o nojento comércio de criação de fundo de quintal e reprodução irresponsável que impera em minha cidade. Está aceitando os conhecimentos sobre Guarda Responsável que o protetor repassa e, com certeza, outras pessoas ao redor daquele adotante não ficarão mais alheias aos resultados do abandono e em como atos simples podem salvar uma vida.

Mas, ao menos, não haverá mais incertezas. Não haverá mais stress de procurar um adotante, encontrar e passar as horas imaginando quando o celular irá tocar com a noticia de mais uma devolução. Não haverá mais a preocupação constante em imaginar como a ração dela e as diárias serão custeadas por mais e mais semanas. Não haverá o sentimento de inutilidade para com as pessoas que fizeram doações e acreditaram na gente e no nosso desejo de dar a ela um bom lar, seguidas vezes.

IMG_4605

Infelizmente os cuidados com a Milla custaram dezenas de reais para o projeto do C.E.D. É a realidade. Nesses 3 meses que cuidamos dela, poderiamos ter utilizado esse capital para a castração de gatos de rua, resultado em um melhoria significativa para a vida desses animais, a curto, médio e longo prazo.

O mais importante que aprendi com a Milla, é também, provavelmente, a lição mais importante desse ano. Depois da Melissa, não irei mais resgatar nenhum animal a menos que seja um caso desesperador, como o dela. Todos os demais serão para o C.E.D.

Em uma cidade como a nossa, onde impera a ignorancia e egoismo, onde pouquissimas pessoas são realmente responsáveis pelos animais que possuem, não podemos mais nos dar ao luxo de resgatarmos e colocarmos para adoção, enquanto centenas de animais nascem e são abandonados, todos os dias apenas para sofrer nas ruas de São Luís. E é justamente daí que nossos resgates surgem. E mesmo com todo os sentimentos bons que uma adoção bem sucedida nos traz, o C.E.D será nossa prioridade.

IMG_4603

Não posso deixar de agradecer novamente a todos que colaboraram e acompanharam a Milla no decorrer desses longos dias.

Sem a ajuda de vocês, com doações e palavras de apoio e carinho, não teriamos conseguido.

PRESTAÇÃO DE CONTAS

Vou colocar aqui os gastos da Milla na semana anterior a sua adoção frustrada, até o dia 1, quando foi adotada novamente.

milla - comprovante transporte

Comprovante de transporte, ida e volta, no dia que conheceu a porcaria da adotante :P

milla - diárias - ultimas semanas

Comprovante das ultimas diárias dela, até o dia 19/08

milla - transporte

Comprovante de transporte para trazê-la do LT no dia 31/08

digitalizar0028

Ração que comprei para ela e a Melissa no dia 31/08

milla & melissa

Com o pagamento das diárias, transporte e ração, hoje no cofrinho há somente R$9.87

Faltam aí o transporte no dia que ela voltou para o Lar Temporário no dia 26/08 e o transporte de R$40 daqui para a casa nova que tirei do meu bolso, para garantir a ração delas, em um total de R$390 de despesas desde o dia 13/08/2011.

E segunda-feira a Melissa castra… ainda vou ver como iremos custear isso.

Um comentário:

  1. Ahh, que bom que a Milla - finalmente - ganhou um bom lar! :D Eu estava torcendo por ela...
    Que ela seja bem feliz de agora em diante. :3

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.