18 de fev de 2012

Cortando as unhas

As unhas do gato são um dos diversos componentes que fazem dele um caçador perfeito.



Para os felinos selvagens, as unhas permitem que escalem arvores e agarrem presas, mas estas funções tornam-se obsoletas para gatos indoor e podem até causar problemas se crescerem em demasia.

Constituídas de queratina, assim como nossas unhas, as garras possuem também ramificações sanguíneas e sensíveis e cada garra tem sua ramificação sanguínea unica em tamanho, identificada por uma área rosada dentro das unhas. E é com esta parte que devemos ter todo o cuidado, pois o corte da unha em demasia pode causar sangramento e dor extrema e você nunca mais conseguirá sequer se aproximar das patinhas do seu gato.

O ideal é acostumar o gatinho desde cedo com a manipulação das patas e corte das unhas.
Aproveite um momento em que ele esteja relaxado, calmo ou até mesmo tirando uma soneca.

Há alguns gatos bem tranquilos que adoram colo e você pode utilizar a oportunidade também.

Antes eu utilizava um clip de unha comum para cortar as unhas do meu gato, até que o Dr.Jairo me alertou sobre os riscos, pois este clip exerce muita pressão e pode quebrar as camadas externas da unha, fazendo com que fiquem sensíveis.

Essa semana comprei um cortador proprio para pets, da AMF e o resultado foi bem satisfatorio :)



Segure a patinha do gato e aperte a almofadinha central ou a de cada dedinho. Isso fará com que a unha fique exposta. Preste atenção na area branca da ponta e corte APENAS esta parte. Um milimetro a mais que seja, alcançando a parte rosada, irá causar sangramento.



O corte de unhas é algo relativamente simples, mas se você não se sente com segurança para fazê-lo, não arisque, leve o gatinho para o veterinário e pegue uma aula :)

Se o seu gatinho for regularmente ao petshop, lembre-se que o cortador também deve fazer parte do enxoval dele, assim como as escovas e toalha, para evitar usar o mesmo de outros animais.

resultado final :)

O corte de unhas deve ser feito toda vez que estiverem afiadas, tanto as das patinhas dianteiras quanto as traseiras ( garras de impulso ).

Engana-se quem pensa que os gatos param de arranhar quando as garras são cortadas, pois isso é parte do instinto deles. Os danos apenas se tornam menores. Aqui o Arthur apenas arranha a parte traseira sanfonada da minha cadeira, mas prepare-se para conseguir um arranhador e treine-o o mais cedo possível para evitar danos aos móveis.

A alguns anos surgiu no mercado uma capa para unhas, feita de silicone. É colada a unha original, para proteger os estofados e chão de eventuais arranhões, por gatos e cães.



Já vi muita gente, inclusive em foruns internacionais, reclamando que os protetores caem com facilidade e que muitos gatos, claramente incomodados, arrancaram e engoliram essas capinhas.

Eu acho uma besteira. É até bonitinho, por exemplo, para tirar fotos ou ir para uma exposição por algumas horas, mas viver com isso grudado é o equivalente é estar com luvas de plástico 24hrs e ninguém merece ¬¬


Também existem pessoas monstruosas que optam por retirar cirurgicamente as garras do animal, mas isso só piora o problema, já que, além de mutilar o gatinho - seria o equivalente a tirar todas os tendões e as primeiras falanges de nossos dedos - ele se torna mais agressivo e estressado pela dor excruciante que sente e pela falta de suas armas naturais.


gatinho após a retirada cirurgica de garras :(


A retirada de garras é UM CRIME BÁRBARO e se você conhece algum veterinário que faça isso, o denuncie para o conselho de sua cidade.

"Se você é a favor da retirada cirúrgica de garras, levante sua mão."

Arranhar é tão parte do gato quanto miar.
Pra que ter um animal em casa e privá-lo de seus comportamentos naturais?
Se você não tolera a minima chance de arranhaduras pela casa, NÃO TENHA UM GATO.


8 comentários:

  1. Meu Deus eu nem sabia que faziam esse tipo de barbaridade, que ridiculo mutilar o bixinho assim é mais facil comprar um de porcelana pra por na estante ¬¬ Se eu souber de alguem que faz isso eu nem denuncio, boto fogo na clinica logo :@

    ResponderExcluir
  2. Nossa meu Deus, eu não sabia que alguém fazia isso, misericórdia. Isso deve ser proibido pelo CRMV não é? se eu souber com certeza eu denuncio,bom final de semana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é sim, Ana, junto com o corte de cordas vocais, orelhas e rabo, foram proibidos pelo CRMV, ainda bem!

      Excluir
  3. Oi! Adorei o post, muito importante para as pessoas compreenderem a barbaridade que é fazer a onicectomia e também saberem como devem cortar as unhas dos seus bichanos. Também tenho 3 artigos lá no Curiosidades Felinas sobre este tema. Passe por lá e veja: http://curiosidades-felinas.blogspot.com/search/label/As%20unhas%20dos%20gatos.
    Muitos ronrons! =^.^=

    ResponderExcluir
  4. tb não sabia que havia a possibilidade de fazerem isso com os gatinhos...que horror, como pode alguém querer fazer isso com um bichinho

    ResponderExcluir
  5. Fiquei muito triste ao ver a carinha do gatinho pós cirurgia de mutilação. Isso é absurdo! Não quer ver o sofá arranhado? Não tenha gato, pq naturalmente ele vai arranhar alguma coisa, é da natureza dele.
    Ah, desculpa o desabafo, mas fico muito brava qdo alguém machuca um peludo.
    Gostei do seu blog, farei parte dos seus seguidores. Se quiser visitar o meu blog, tenho um dedicado às minhas gatinhas - Minhas Gatas Manhosas (http://minhasgatasmanhosas.blogspot.com/). Se gosta de cinema e tv, tbm poderá curtir meu outro blog, o Na Manha do Gato, dedicado a esses assuntos (http://namanhadogato.blogspot.com/).
    Bjinhos!

    ResponderExcluir
  6. mano, não sabia que existia essa cirurgia o.o
    que horror, fiquei pasma, crueldade D=
    ps: valew a dica, assim que voltar a ter um gatinho vou usar um cortador (y)

    ResponderExcluir
  7. Di jeito nenhum extrair as unhinhas da minha Leticinha, eu corto toda semana em casa mesmo, quando corto as do meu filhinho, outra coisa: ela a Leiticinha ama esmalte, passei primeira vez, era bebezinha, ela quis sentir o gosto, ou incomodo, não sei, fiquei distraindo ela pra la e pra cá no meu colo, ela esqueceu, o esmalte secou, e até hoje é assim, amo ela de paixão...eu meu filhinho, ela é nossa alegria. Toma banho sempre, gosta de brincar com água, detalhe: Escolheu sózinha fazer xixi e cocô no banheiro. Puxa papel higienico para cobrir as fezes, como se fosse areia, achei isto incrivel, sabem onde encontrei minha gatinha? Abandonada na rua, nem dentes completos ela tinha, num dia de chuva e frio, foi assim que encontrei Leticia!

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.