19 de nov de 2012

Arthur e seus 6 anos que mudaram a minha vida

O aniversário do Arthur é o dia mais especial do ano para mim. Mesmo. 

É o aniversário mais esperado, o que comemoro, o que me deixa o dia inteiro feliz. 

Meu filho não-gerado, meu menino adotado, peludo, salvo, acolhido e muito, muito amado. 

Sei que já disse isso por aqui, mas o Arthur é muito mais do que um gato. 
Ele é muito maior do que seus 90cms de beleza tigrada e olhos verdes que me tiram o folego.

Arthur é o verdadeiro Felinos Urbanos #1. 
Foi o primeiro gatinho que estive diretamente envolvida na castração e demais cuidados de guarda responsável. Foi por ele que comecei a aprender. É por causa dele que quero aprender mais e fazer melhor, todos os dias.

2007

 Me lembro como se fosse ontem, ele com seus pequenos 4 meses de idade, com a coleira e plaquinha que coloquei em seu pescoço no dia do meu aniversário e as pessoas perguntando os motivos de eu estar "gastando com um gato de rua". E aquilo simplesmente não fez sentido pra mim. Ele era um gatinho. Era o gatinho que se aninhava no meu colo, que finalmente ronronava para mim depois de semanas sem chegar perto. Não era "de rua". Ele apenas não morava na minha casa. Era um orfão que foi forçado a viver em uma lixeira para sobreviver. Desde o primeiro momento, no peito do Arthur não havia nada além de bravura. 

2009

Hoje em dia ele não deve se lembrar de nada disso. Eu espero que não. 
A minha maior felicidade é poder proporcionar a ele dias tranquilos. Um lugar na minha cama para tomar sol, uma comida de qualidade. Alguns luxos superfulos - eu sei que ele nem conseguiria brincar com toda sua cesta de brinquedos - mas que eu trabalhei honestamente para adquirir para ele.

O Arthur tem uma familia que o ama e além de nós ele é querido lá fora, pelos amigos e pessoas maravilhosas que conheci por causa dele. Pessoas como eu, que amam e são inspirados por seus bichinhos e as historias de bravura particulares de cada um. 

2011

Ah... se eu pudesse resumir tudo, acho que inspiração seria a palavra. O Arthur me inspira e eu gostaria muito que mais pessoas se deixassem apaixonar assim. Que mais pessoas se permitissem amar um bicho ao ponto de sentir suas dores e se indignar. De sair do lugarzinho confortavel na poltrona, de tentar fazer o certo, de tentar amenizar os erros com aqueles que vieram antes. De estender as mãos. De simplesmente não achar normal as tristezas que vemos por aí. 


Espero poder fazer mais. Espero completar mais algumas centenas de animais ajudados e que o Arthur alcance uns 20 anos ao meu lado, que ele tenha orgulho dessa mãe boba que sempre se acaba em lágrimas a cada aniversário dele, desejando a outros a vida melhor que a gente encontrou um ao lado do outro.

2012

Feliz aniversário, meu filho. Você é o meu maior orgulho. Desejo que você tenha muita saude, que possamos fazer mais por você a cada dia e que você fique ao nosso lado por muito muito muito mais tempo. Me permita ver as expressões mudando em seu olhos por mais algumas decadas adiante.

Me ensine mais e mais, dessa forma descomplicada e despretensiosa que só os gatos sabem. Continue a preencher os meus dias de felicidade e a certeza de estar no caminho correto, reescrevendo futuros e compartilhando com outros este amor que você cultivou em mim. 


"Hey, o que é isso que nós estamos procurando?
E quando foi que
Nós começamos a nos encontrar
Sem conseguir resistir a força da gravidade que nós aproximava?

É como uma valsa, tão misteriosa
Nas avenidas onde as luzes sussurram através das arvores
Nós rodopiamos, como em uma valsa
Desenhando algo..."

 

9 comentários:

  1. My dearest Arthur!
    Six is more than 5 plus one! What people don't understand about birthdays and what they might never tell anybody is that when you're six, you're also five, and four, and three, an two and one, and even all the 12 months before one. If you feel you are still five, because you're.... underneath the year that makes you six. Like some days when you try to hide because you hear strange voices, that's the part of you that's still one. Or maybe some days you need to sit in your mom's lab or have to lie real close to her, that's the part of you that's maybe two, when you were still building confidence and trust.
    Because the way you are growing older is kind of like an onion, each year inside the next one. That's how being six years old is! Happy Birthday, Arthur,
    Your auntie Margret

    Shamelessly inspired by a text written by S. Cisneros

    ResponderExcluir
  2. Que lindo tudo o que você escreveu! Conviver com um gato é um privilégio que todas as pessoas deveriam experimentar.
    Beijos e vida longa ao Arthur!

    ResponderExcluir
  3. Que lindo!!!!!!!
    Parabéns Arthur!!!!!!!!
    Muitos anos e muita saúde e felicidade!!!

    ResponderExcluir
  4. ;Que lindo, chorei ao ler. Tambem adotei um gatinho de rua igual ao Artur. o nome dele é Thor. Ele é lindo e convive muito bem com meus 2 cachorros e com outro gato siames.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Que lindo! E que feliz é o Arthur por ter uma mamãe tão dedicada e amorosa.
    Muitos anos de vida pra esse gatão, e que ele traga ainda muitos momentos felizes pra vc!

    Beijossss

    ResponderExcluir
  6. Desculpe o atraso, Arthur e Otávia, mas sempre dá tempo de comemorar e desejar felicidades a vocês e curtir esta linda história de amor e companheirismo. Eu tenho gatos há 40 anos e sei como esse amor é verdadeiro e maravilhoso! O Arthur merece muitas comemorações porque além de tanta beleza trouxe ajuda a tantos felinos urbanos!!!
    Beijos da Laís e lambidas da Pink

    ResponderExcluir
  7. Que lindo seu bebê *-* Também sou apaixonada por gatos, queria ter vários mas meu apartamento é pequeno aí tenho só 1 ! Parabéns

    http://foreveryoungl.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Lindo, lindos os dois.

    Beijos!!!

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.