12 de jul de 2013

8 coisas erradas que você pode estar fazendo com o seu gato


1- NÃO CASTRAR

Todos os anos milhares de gatos morrem devido à ausência de lares. É importante que todo dono, de machos e fêmeas, faça sua parte e castre seus animais para impedir a criação de mais gatinhos indesejados. Além de ser a coisa responsável a ser feita, é melhor para seu gato ser castrado. Uma fêmea não-castrada pode ter tumores de mama, piometra ( infecção fatal de utero ), tumores no utero e nos ovários. Os machos podem desenvolver cancer nos testiculos. Gatos não-castrados também podem adquirir AIDS e LEUCEMIA FELINAS, que são doenças sérias e incuráveis. 



2- OBTER UM GATO POR IMPULSO

Outro problema comum. As pessoas veem um filhotinho fofo e imediatamente pensam em adotá-lo. Em casa, se dão conta do erro que cometeram. Não estão preparados para a responsabilidade, nem todos os membros da familia queriam ter um gato, os animais residentes não se adaptam bem ao novo membro ou o animal apenas não tem espaço em seu estilo de vida. Adquirir um gato não é a mesma coisa de comprar um par de sapatos. Converse com sua familia e pesquise sobre tudo o que deve ser feito para trazer um gato para sua casa e sua vida. 

3- ADOTAR UM GATO E NÃO LEVÁ-LO PARA UM CHECK-UP VETERINÁRIO 

Quando uma familia decide adotar um gato, pode ser de um abrigo ou protetor ( ou adotá-lo direto das ruas ), pode ser de um criador. 



Certifique-se que há documentos veterinários, indicando vermifugos, vacinas e castração ( bons criadores somente vendem animais castrados para companhia ). Se você está comprando o animal, se assegure que ele vem com todos os documentos de garantia, genealogia, pedigree, registrado apropriadamente.

Bons abrigos e protetores também irão doar animais saúdaveis e vacinados e tem documentos emitidos pelo veterinário para atestar isso. Se adotou um gatinho direto da rua, leve-o ao veterinário para indicação sobre a idade, cuidados, vacinas, remedios contra parasitas internos e externos e castração. 

4- COMPRAR UM ANIMAL DE UM CRIADOR DE FUNDO DE QUINTAL / PETSHOP 

Criadores de fundo de quintal e lojas de animais são grandes responsáveis pela deteriorização e exploração destes animais e geralmente você acaba pagando muito mais caro por um animal sem garantia alguma. Não haverá registros ou historico dos pais de seu filhote e problemas geneticos são comuns em animais advindos destes locais e você pode acabar com um bichinho com doenças cronicas e que pode vir a obito subitamente. 

5- NÃO PROCURAR ATENDIMENTO VETERINÁRIO 

As vezes as pessoas não se dão conta da seriedade de um problema médico e falham ao levar o gato a um veterinário em tempo habil. 
As desculpas são as mais variadas: não tenho dinheiro no momento, não tenho tempo, talvez não seja tão sério. 
Quando você opta por ter um animal, é sua obrigação oferecer atendimento médico sempre que necessário. Criar uma poupança para essas situações emergencias é recomendado. Você pode ir depositando pequenas quantias para serem usadas apenas em casos de emergencia ou pode conseguir um plano de saúde para o animal. 



Donos de gatos devem estar atentos à saúde emocional e fisica de seus animais. Procure por sinais de doença, como perda ou aumento exagerado de apetite, condição do pêlo, aparência de um modo geral, mudanças nos habitos do banheiro, presença de ferimentos, etc. E em qualquer um desses casos, procure assistência veterinária. O atraso nos cuidados médicos pode resultar em sofrimento desnecessário e prolongado para seu animal, maiores custos por casos mais complexos e até mesmo morte. 

6- NÃO VACINAR 

Não vacinar traz consequências sérias a seu gato. Mesmo que ele viva somente dentro de casa, ainda precisa receber as vacinas recomendadas pelo veterinário. Vacinação ajuda a proteger seu gato de doenças sérias e fatais. 


7- NÃO OFERECER ALIMENTAÇÃO ADEQUADA 

Gatos possuem necessidades nutricionais muito especificas e precisam de uma dieta balanceada. Rações com alto nível de sodio e corantes devem ser evitadas e a comida umida ( patê em lata ) ajuda o animal a conseguir parte da agua necessária em sua alimentação. 

Outra forma de dieta é a Alimentação Natural. Converse com seu veterinário para que encontrem a melhor nutrição para seu gatinho. 

comida de verdade também é uma opção :) 


7- DEIXAR O GATO TER ACESSO À RUA / NÃO TORNAR SUA CASA SEGURA PARA O GATO 

Há inumeros riscos para os gatos que tem acesso à rua e a vida deles, comparados a um gato criado indoor, é extremamente curta. Há risco de atropelamentos, atacados por outros gatos ( e adquirir doenças incuráveis ), outros animais, crueldade humana, envenenamento, etc. Gatos também são predadores de passaros e outras vidas silvestres e podem incomodar os vizinhos. 


Você amar o seu gato não significa que outras pessoas da vizinhança pensem o mesmo. A melhor maneira de evitar acidentes e crueldade é manter o gato dentro de casa e manter um enriquecimento ambiental seguro, como telas no quintal e muros altos. Dessa forma seu gato pode aproveitar o verde, as plantas e os passaros de uma forma segura. 

Impedir que o animal tenha acesso à rua, fuja, se machuque ( fios soltos, tomadas desencapadas, acesso à fogo, etc ) ou que animais de fora entrem em casa e tragam doenças é parte importante do cuidado com o gatinho. 

Apartamentos devem ser telados, não importa o andar, para evitar quedas e fraturas. 

8- USAR MEDICAÇÕES DE CÃES EM GATOS 

Gatos são animais muito sensiveis e precisam de acompanhamento veterinário para uso de medicamentos, pois vários produtos que funcionam para cães ou outros bichos são altamente prejudiciais, causando reações alergicas e até mesmo morte. 

Somente um veterinário está capacitado para prescrever o melhor para seu gatinho. 

Um comentário:

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.