24 de jan de 2015

Doença Renal - Por que os tratamentos alternativos são melhores?

Tradução de: http://www.dogsnaturallymagazine.com/kidney-disease-why-natural-treatments-are-best/

Texto da Dra. Anne Luther, proprietária do Sarasota Animal Medical Center, em Sarasota, Florida. Ela é uma veterinaria especialista em medicina chinesa veterinária, homeopatia clássica e terapia nutricional. Possui mais de 25 anos de experiência em medicina veterinária convencional e terapias alternativas. 

Você provavelmente conhece alguem que possui um pet com doença renal. Isso parece ser uma doença comum dos dias de hoje, em cães e gatos. Enquanto a maioria deles são pets idosos, isso também pode ocorrer em animais mais jovens. 

A detecção precoce da doença renal é muito importante para minimizar e potencialmente reverter os danos que essa doença pode causar. A falência renal cronica é facilmente detectável atraves de exames de laboratorio, mas infelizmente os sintomas primários podem passar despercebidos e geralmente não são reconhecidos até que o dano já está severo. 

COMO OS RINS FUNCIONAM?

Os rins são orgaos em formato de feijões, localizados logo abaixo das costelas. Cada um deles contém cerca de um milhão de minusculas celulas chamadas NEFRONS, que filtram o sangue e retiram dele subtancias toxicas e agua extra, que se transforma em urina. A urina flui atraves da bexida atraves de tubos chamados ureteres e são armazenados até que o animal urine. 


Estas substancias no sangue surgem da quebra normal do uso muscular e do alimento. Depois que o corpo se nutre com os alimentos, retirando deles a energia que precisa, as subtancias inuteis são mandadas para o sangue e filtradas pelo rim. Sem esse processo, essas substancias irão acumular-se e prejudicar o corpo. 

Os rins tambem regular os niveis de produtos quimicos como o sodio, fosforo e potassio e liberam estes produtos de volta para o corpo. Este nivelamento é importante para o organism, já que niveis elevados podem ser prejudiciais. 

TIPOS DE FALÊNCIA RENAL 

Há dois tipos de falência renal: 

FALÊNCIA RENAL AGUDA 

Na falência renal aguda, os sintomas aparecem de repente e podem ser bem severos: vomito, letargia, perna de apetite são os mais comuns. Pode haver falta de urina, especialmente em casos de obstrução urinária. A falencia renal aguda é potencialmente fatal e precisa ser tratada imediatamente para salvar a vida do animal. 

A falencia renal aguda é geralmente causada por toxinas acumuladas no corpo, conhecidas como nefrotoxinas. Toxinas comuns e venenos que são conhecidas como causadoras de falencia renal incluem certos antibioticos, anti-congelante, anti-inflamatorios não esteroidais, uva passa e uvas e, somente em gatos, lirios. Qualquer coisa que diminui o fluxo sanguineo passando pelos rins pode causar problemas renais. 


Se o seu pet tem falencia renal aguda, a melhor abordagem é procurar um veterinario homeopata. 

além de uma dieta crua e biologicamente apropriada, o Arthur também utiliza homeopatia e nutracêuticos :) 

Há um grande numero de remedios que são efetivos, dependendo da causa e sintoma. Animais com falencia renal aguda também pode precisar de fluidoterapia intravenosa, sob os cuidados de um veterinário. 

A boa noticia é que a falencia renal aguda pode ser tratada com sucesso se percebida precocemente. Infelizmente, em alguns casos, ela se torna cronica e é mais dificil de ser tratada. 

FALÊNCIA RENAL CRÔNICA 

A falencia renal cronica é a perda gradual da função dos rins, mais frequente em pets mais velhos. Um grande numero de fatores pode contribuir com o desenvolvimento da doença. Vacinação é um suspeito primário, principalmente em gatos. A dieta também influencia no desenvolvimento da doença. 

comida de verdade, cheia de nutrientes e, o  mais importante para felinos, agua :) 
Outros fatores incluem infecção, pressão alta, trauma nos rins ou pedras nos rins. Diagnostico e cuidados veterinários regulares e uma boa dieta pode ajudar a manter a qualidade de vida do seu animal. 

PREVENINDO A DOENÇA RENAL 

É muito melhor prevenir do que tratar a doença renal. Limitar ou eliminar o número de vacinas, procedimentos com anestesticos e drogas em seu animal irão reduzir o número de toxinas que o figado e rins terão que processar. 

Além disso, optar por uma dieta balanceada e apropriada para a especie ( Alimentação Natural ), ao invés de ração seca, irá nutrir seu animal adequadamente para ajudar no funcionamento dos orgãos. 

gatos renais não precisam ser cadavéricos :) 
A ração é altamente processada, de baixa qualidade nutricional para seu animal e deve ser evitada. Se seu animal tem falência renal aguda, não demore para começar a se informar sobre uma dieta melhor e procure um veterinário que conheça terapias alternativas, como a medicina chinesa.  


PRIMEIROS SINAIS 

Os primeiros sintomas da falência renal cronica é o aumento da sede e urina. Seu cão pode se sentar perto da tigela dagua e pedir para sair mais vezes. Neste estagio você pode perceber mudanças no pêlo, pele seca, assim como mau halito. Essas mudanças podem ser graduais e são faceis de passarem despercebidas, então é uma boa ideia fazer exames laboratoriais anualmente ou de 6 em 6 meses em pets mais velhos. Exames incluem hemograma completo, bioquimico e urinalise; geralmente a doença renal é vista primeiramente nos exames de urina. 

Um aumento na proteina urinaria geralmente aparece antes do aumento da sede e da urina. Uma detecção precoce dessa proteina é importante para que o veterinário holistico possa ajudar a diminuir a progressão da doença. 

SINTOMAS TARDIOS 

Enquanto a doença progride, o animal perde a habilidade de concentrar urina e isso resulta em mais idas ao banheiro. Neste estagio de doença renal o pet já perdeu aproximadamente 2/3 dos nefrons de seus rins. Geralmente, as unicas pistas para a doença neste estágio são o aumento da sede e urina. 
Enquanto a doença progride ao ponto de que ¾ dos nefrons não estão mais funcionando, o exame de sangue começa a mostrar mudanças, como o aumento de ureia e creatinina. 

Neste estagio o seu pet irá experimentar anorexia, nausea e vomitos e terá um pessimo cheiro na boca. O pêlo irá estar espetado e seco e o animal tambem pode apresentar perda de peso e letargia e até mesmo olhos profundos. 

gatinho renal - magreza, perda de musculatura e pêlos eriçados e secos :( 

Infelizmente, neste estagio, é quando o animal é geralmente levado ao veterinário. Nesta etapa eles já estão geralmente desidratados e deprimidos. Eles precisam ser hospitalizados e receber fluidos intravenosos até que seus niveis de creatinina abaixem para niveis aceitaveis. Isso pode ser muito estressante para o animal e caro para seus donos – outras razões para que a detecção e prevenção precoces são tão importantes.  

POR QUE OS TRATAMENTOS CONVENCIONAIS NÃO SÃO EFETIVOS?

Os tratamentos convencionais almejam abaixar os niveis de proteina no sangue através de rações “terapeuticas” com baixa proteina. Isso impede que a ureia e a creatinina subam dramaticamente já que elas são substancias derivadas do metabolismo da proteina. 
Infelizmente, este tipo de tratamento apenas mascara o problema e não está efetivamente tratando a doença renal. 

Na verdade, reduzir os niveis de proteina pode reduzir a eficacia dos rins pois a quantidade de sangue filtrada através deles está relacionada à quantidade de proteina na dieta. Reduzir a proteina reduz a filtração, o que reduz a excreção de toxinas. A redução de proteina na dieta somente é necessaria quando a função renal faz com que o animal tenha feridas na boca e não consiga mais comer. 

carne para carnivoro! a dieta do arthur é de baixo fosforo, propria para proteção renal :) 

A maioria dos tratamentos convencionais para doença renal apenas reduzem muito insuficientemente a progressão da doença. 

Felizmente, há tratamentos alternativos que são geralmente muito bem sucedidos em controlar e até mesmo reverter os danos nos primeiros estagios da doença. 

ACUPUNTURA E MEDICINA TRADICIONAL CHINESA 

Acupuntura e medicina tradicional chinesa, assim como suplementos nutricionais tem sido as abordagens com maior indice de sucesso em minha clinica. Enquanto gatos respondem muito melhor a estes tratamentos, consegui prevenir e até mesmo reverter alguns efeitos e estagnar a progressão da doença em cães também.  

ERVAS CHINESAS 

Algumas ervas chinesas tem milhares de anos de sucesso em terapias. Estas ervas funcionam muito melhor do que tratamentos convencionais já que aumentam a quantidade de sangue passando pelos rins, o que resulta em uma maior filtragem de toxinas para fora da corrente sanguinea. As ervas mais utilizadas em meu consultorio são Ba Wei Di Huang Wan, também conhecida como Rehmannia 8. 

Essa formula possui Fu Zi ( aconite ) e Rou Gui ( canela ) que aumentam a circulação sanguinea. 
A Rehmania 8 aumenta o fluxo sanguineo renal e até mesmo quando 60% a 70% dos rins não estão mais funcionando, um número significativo de nefrons ainda são capazes de funcionar se houver fluxo sanguineo adequeado. Vejo niveis renais voltando ao normal e até mesmo retornando a capacidade de concentração. 

REMEDIOS HOMEOPATICOS

Há também homeopatias que podem ser usadas e tratam com eficacia sintomas da falência renal crônica.  

Arthur e Baunilha são pacientes da médica veterinária homeopata, Dra.Carmem Cocca, fundadora da Bicho Integral :) 


Arsenicum album é otimo para animais com não conseguem controlar o calor corporal e apresentam muita sede. Estes animais geralmente ficam agitados, especialmente após a meia-noite. Eles podem ficar parados em cima do pote d’agua ou comida, mas não comem nem bebem muito. 

Mercurius pode beneficiar os animais com a doença avançada, que apresentam ulceras na boca e irritabilidade. 

Natrum muriaticum ajuda animais que experienciam calor. 

Sulphur é um bom remedio para os animais que não conseguem mais se manterem limpos por beberem muita agua. Eles geralmente tem muita sede e pouco apetite. 

Mesmo se seu animal tiver doença renal em estagio avançado, não desista. Tenho visto otimos resultados, especialmente com o uso da medicina tradicional chinesa que tem ajudado muitos animais que já estavam desenganados. Procure um veterinário certificado e com treinamento em medicina tradicional chinesa para ajudar seu pet. 

Mesmo que o tratamento comece quando a doença já se manifestou, quanto mais cedo começar o tratamento, mais possivel é o sucesso nos resultados. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.