28 de mar de 2015

Alimentação natural crua afeta os resultados do exame de sangue?

Texto da Dra. Lyn Thomson, veterinária especialista em nutrição bio-apropriada - http://feline-nutrition.org/answers/answers-do-raw-diets-affect-blood-test-results

Minha gata comia ração seca. Estou alimentando ela com alimentação natural pelos ultimos seis meses e estou muito feliz com os resultados. Ela fará exames de sangue de rotina em breve. A nova dieta irá afetar seus exames de sangue?

Sim, haverá mudanças em algum dos valores sanguineos pois é uma dieta com proteina de alta qualidade e com quase zero de carboidratos. Pessoas que optam pela alimentação natural as vezes percebem que as taxas de creatinina e  ureia de seus animais estão ligeiramente mais altas do “padrão” e ambas essas taxas são utilizadas para avaliar a função do sistema urinario. Quando o mecanismo de produção destes componentes é examinado, estas elevações fazem sentido. 



Em 2003 um estudo comparou os valores sanguineos de 256 cães sadios, de várias idades e raças. Os cães foram dividos em dois grupos: um grupo alimentado com ração e outro alimentado com alimentação natural crua por um periodo de 9 meses. Não houve nenhuma diferença significativa nos resultados entre estes dois grupos, com excessão do hematocrito, ureia e creatinina. 

Estes parametros foram, em media, mais altos nos cães alimentados com AN que o grupo alimentado com ração. E mesmo assim, ainda estavam em niveis normais aceitaveis para um cão saudavel no estado geral. 

Hematocritos se referem à quantidade de celulas vermelhas sanguineas no volume de sangue total. Animais alimentados com dietas de carnes cruas recebem proteinas altamente digestiveis – ao contrário de dietas com alto numero de cereais e restos de animais encontrados na ração – e, assim, possuem fontes maiores de ferro e vitamina B, que são requisitos para o crescimento desssas celulas vermelhas. Niveis levemente aumentados nos valores do hematocrito não são surpresa diante dessas condições.  

gatinho e uma refeição de carcaça de peru 

Ureia é produzida pelo figado pela digestão de proteinas e é filtrada do sangue pelos rins. Os niveis de ureia estarão muito baixos em dietas com baixa proteina, em casos de problemas hepaticos ou uso de esteroides. Niveis de ureia altos indicam dieta com alta proteina ou quando a função renal está comprometida. Animais que se alimentam com dietas cruas recebem uma grande variedade de proteinas altamente digeriveis, aminoacidos de fonte animal, então é normal que mais ureia seja produzida. Até mesmo a ureia em humanos apresenta numeros aumentados em dietas com altos niveis de proteina. 

Creatinina é um produto tambem filtrado do sangue pelos rins. Irá apresentar niveis elevados quando há disfunção renal, desidratação, sangramento gastrointestinal e por causa de fatores dieteticos. Rins saudaveis devem produzir niveis consistentes de creatinina com o tempo. 

Niveis levemente mais altos de creatinina em animais alimentados com AN não são uma surpresa já que a creatinina está relacionada ao metabolismo da proteina. Gatos e cães em dietas cruas balanceadas e cuidadosamente planejadas, recebem proteínas animais de alta qualidade que são mais facilmente utilizadas pelo organismo do que as proteínas de baixa qualidade que são encontradas na ração seca. 

Alimentação Natural deve ser SEMPRE receitada e acompanhada por veterinários especialistas ;)

É importante lembrar dessas possíveis diferenças no exame de sangue e deixar o veterinário informado do tipo de dieta que você alimenta seu gato. 

Já que valores acima do que os “levemente alterados” e esperados para animais em alimentação natural crua podem ser um sinal de preocupação sobre as funções renais de seu gato, a dieta deve ser levada em consideração. 

O que é normal para o seu gato, como individuo, irá provavelmente ser revisto e comparado a partir de exames prévios. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.