28 de mar de 2015

Fazendo a transição do seu gato para Alimentação Natural - Parte II

*Acompanhamento de um veterinário especialista é fundamental para alimentação natural. Nada de fazer experiencias com seus bichinhos por conta própria*

Texto traduzido de: http://www.rawfedcats.org/practicalguide.htm

FAÇA A TRANSIÇÃO DA RAÇÃO SECA PARA O PATÊ EM LATA - se necessário 

Já que os grãos da ração seca são completamente diferentes em sabor, textura e cheiro em comparação com carnes cruas, se ração seca é o unico alimento que seu gato está acostumado a comer e ele não demostrou nenhum interesse nas carnes cruas, pode ser necessário fazer a transição para o patê de lata primeiro. A textura macia do patê é mais proxima da carne crua. Usar o patê pode ser muito util na transição, já que é geralmente muito mais facil mudar um gato de comida umida para alimentação natural do que vindo diretamente da ração. 



o patê caseiro feito com acompanhamento veterinário é uma opção mais saudavel para ajudar na transição

Se o seu gato come alguma porção de ração seca mas já é totalmente acostumado com o patê, então você pode parar de oferecer a ração. Mas, para fazer a transição, comece misturando uma pequena colher do patê na ração seca, até que a porcentagem vá aumentando até que patê seja a unica coisa no prato. Claro que, para que essa mudança dê certo, é preciso estipular horarios de alimentação.  

Lembrando que cada gato é unico. Por isso, a melhor maneira é se manter flexivel, prestar atenção nas preferencias do seu gato e ajustar o plano de acordo com as necessidades particulares dele. 

NUNCA FORCE O SEU GATO A FAZER JEJUM

Uma das coisas mais importantes a se lembrar ao fazer a transição de um gato para alimentação natural é que isso pode levar um bom tempo, então é importante NUNCA forçar o seu gato a fazer jejum para aceitar a comida crua. É uma informação que nunca será reforçada o suficiente. Deixar um gato o dia inteiro sem comida não é uma opção. A razão disso é que gatos que passam muito tempo sem comer estão suscetíveis a adquirir uma doença séria e potencialmente fatal chamada LIPIDOSE HEPÁTICA, que ataca o figado. 

O QUE É LIPIDOSE HEPÁTICA? 

Quando um gato fica muito tempo sem ingerir alimentos o seu organismo começa a utilizar as gorduras armazenadas no organismo para sobreviver. Essa gordura é mandada para o figado, para ser convertida e usada como energia. Mas, infelizmente, o figado do gato não consegue metabolizar esse aumento subito de gordura circulando por ele. 

Quanto mais gordura é depositada no figado, as celulas hepaticas vão inchando com os depositos de gordura o que causa um sério dano ao orgão. Uma vez que o gato está com lipidose hepatica eles se sentem extremamente enjoados, ou seja, não terão apetite, podem vomitar e mesmo que eles consigam comer, não conseguem metabolizar os nutrientes para se manterem vivos. 

Como você pode ver, é algo que você definitivamente não quer arriscar! 




Resumindo: quando você começa a fazer a transição para comidas cruas e se o seu não estiver comendo o suficiente, continue a alimentá-lo com QUALQUER COISA que ele aceite para que ele fique bem nutrido por todo o dia, nem que para isso você continue a oferecer uma porção de ração seca que ele aceite. 

FAÇA A TRANSIÇÃO NO TEMPO DO SEU GATO 

Durante o período de transição, a ideia básica é encorajar o seu gato a aceitar o maior número de tipos de carnes cruas como alimento. Se ele aceitar imediatamente e com entusiasmo, ótimo! Mas se o seu gato ainda está hesitante e não está consumindo uma quantidade adequada para nutri-lo, você deve continuar com a antiga dieta pelo tempo necessário, até que possa começar a fazer a transição a medida que ele for se acostumando com os novos tipos de alimentos. 


a saúde deles deve sempre ser prioridade

Sempre lembre-se que, durante o período de transição, o mais importante é que seu gatinho se alimente. Não importa o tempo que ele leve para perceber que comidas cruas são comida também. Você sempre deve ser persistente e não desistir, mas ao mesmo tempo respeite o tempo do seu gato para que a transição seja feita da melhor forma possivel para ele. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.